Vacinas para idosos: Confira a lista completa e quando tomar

Vacinas para idosos: Confira a lista completa e quando tomar


A vacinação é importante em todas as idades, mas queremos reforçar como as vacinas para idosos podem fazer a diferença em sua saúde.

Quais são as vacinas que os idosos devem tomar?   

A vacinação é importante desde o nascimento. As vacinas protegem o indivíduo contra muitas doenças além de contribuir para a proteção das pessoas próximas pois reduz a circulação de alguns vírus e bactérias. 

As vacinas para idosos são de extrema importância para saúde do idoso, pois o sistema imunológico pode ir reduzindo suas forças com o passar dos anos.
 

Vacina contra a gripe

A vacina contra gripe é uma das vacinas em que a prioridade são os idosos já que o vírus da influenza é frequente e pode causar quadros graves em pessoas com mais de 60 anos.

  • Quando tomar: A vacina contra a gripe deve ser tomada anualmente.
  • Quem não deve tomar: A vacina pode ser aplicada em todas as pessoas que não possuem alguma alergia grave a algum componente da vacina.
     

Vacina pneumocócica

Existem dois tipos de vacina pneumocócica indicadas para idosos, a pneumo 23 e a pneumo 13.

Ambas protegem contra doenças causadas pelo pneumococo porém o mecanismo de ação é diferente entre elas, portanto, as duas devem ser aplicadas. A pneumo 13 (vacina pneumocócica conjugada) deve ser a primeira a ser aplicada.

  • Quando tomar:vacina contra a pneumonia para idosos deve ser tomada de forma rotineira a partir dos 60 anos.
  • Quem não deve tomar: A vacina não deve ser tomada por pessoas que têm alergia a algum dos componentes.
     

Vacina contra a febre amarela

A vacina previne que a pessoa contraia a febre amarela, uma doença que em nosso país é comum e pode causar diversas complicações.

  • Quando tomar: A imunização pode ser aplicada a qualquer momento durante a vida. Em pessoas acima de 60 anos que não foram vacinadas anteriormente, está indicada uma dose da vacina contra a febre amarela, exceto para indivíduos com a imunidade comprometida.
  • Quem não deve tomar: A vacina não deve ser tomada por indivíduos: infectados pelo HIV, que possuem imunodepressão ou imunossupressão grave, que foram submetidos a transplante de órgãos, câncer, histórico de reação alérgica a algum componente da vacina e doenças do timo e que apresentaram doença neurológica desmielinizante no período de seis semanas após a aplicação.

Vacina meningocócica

A vacina meningocócica C conjugada previne as doenças causadas pelo meningococo C, incluindo a meningite, sendo que essa vacina deve ser aplicada quando não há a possibilidade de se tomar a vacina ACWY.

  • Quando tomar: A vacina deve ser tomada caso haja o risco para doença meningocócica ou se a situação epidêmica se encontra em alta.
  • Quem não deve tomar: Indivíduos que possuem alergia a algum dos componentes da vacina não devem tomar.

Vacina contra herpes zoster

A vacina previne a herpes zoster, conhecida também como “cobreiro” uma doença que pode tornar-se crônica.

  • Quando tomar: A vacina deve ser tomada de forma rotineira para maiores de 50 anos.
  • Quem não deve tomar: Indivíduos imunodeprimidos, indivíduos alérgicos a algum dos componentes da vacina ou pessoas com tuberculose ativa não tratada não devem tomar a vacina.

Vacina contra o tétano e a difteria

Essa vacina previne contra o tétano e a difteria, infecções que podem causar lesões na pele provocando espasmos nos músculos e inflamações na garganta e boca respectivamente. Para reduzir os efeitos colaterais da vacina pode-se utilizar a forma acelular da mesma, a DTPa.

  • Quando tomar: A vacina deve ser tomada caso o esquema contra as bactérias não foi terminado até os 7 anos de idade e deve ser tomada a cada 10 anos.
  • Quem não deve tomar: Indivíduos que possuem alergia a algum componente da vacina não devem tomá-la.
     

Vacina tríplice viral

A vacina previne o sarampo, caxumba, e rubéola, doenças que podem ser complicadas havendo um sistema imunológico frágil como o de idosos.

  • Quando tomar: Essa vacina costuma ser aplicada quando o indivíduo ainda é criança, e deve ser tomada em 2 doses. Se a vacina não foi tomada quando criança pode ser tomada a qualquer momento da vida.
  • Quem não deve tomar: Indivíduos com comprometimento da imunidade por doença ou medicação e alergia a algum dos componentes, não devem tomá-la.

Vacina contra hepatite

A vacina previne que o vírus da hepatite A e B causem infecções no fígado, algo que pode ser crítico para os idosos.

  • Quando tomar: A vacina pode ser tomada a partir dos 12 meses de vida em 3 doses.
  • Quem não deve tomar: Indivíduos que são alérgicos a alguma componente da vacina ou que desenvolveram púrpura trombocitopênica não devem tomá-la.

Vacina tríplice bacteriana acelular do tipo adulto com poliomielite – dtpa VIP

A vacina tríplice bacteriana previne a difteria, tétano, coqueluche  e nesta apresentação está associada a vacina contra a poliomielite. As quatro doenças são graves e podem causar sequelas se não forem tratadas.

  • Quando tomar: A vacina pode ser tomada a partir dos 3 anos de idade, podendo ser tomada para reforços dos esquemas de vacinação.
  • Quem não deve tomar: Indivíduos alérgicos a algum dos componentes da vacina não devem tomá-la.
     

Vacine-se sem precisar sair de casa!

Manter a saúde em dia é essencial especialmente nesse momento que estamos vivendo. A vacinação pode ser realizada no conforto do seu lar, reduzindo o risco de exposição. Para saber mais clique aqui e agende sua vacinação.

Compre as vacinas para idosos aqui.